TopDecks #53: Caçador Feitiços do zridex

Faz um tempo que quero escrever sobre o Caçador Feitiços e com o zridex entrando no Top 100 Lenda de dois servidores (o último deles com Caçador), essa hora chegou!

zridex é um player da Hungria, estudante de Ciências da Computação e que já terminou no Top 100 Lenda 12 vezes. Not bad!

“Entrei no Top 100 Lenda no servidor EU, depois de chegar na lenda no rank 4.000 dois dias atrás. Tive que fazer 20-4 do rank 300, os pulos estão uma insanidade. Top 100 em ambos EU e NA agora.”

Deck

# 2x (1) Disparo de Vela
# 2x (1) Marca do Caçador
# 2x (1) Rastreamento
# 2x (2) Armadilha Explosiva
# 2x (2) Gataiada
# 2x (2) Monstro Errante
# 1x (2) Sinalizador
# 2x (3) Arco Hastáguia
# 2x (3) Comando para Matar
# 2x (3) Companheiro Animal
# 1x (3) Disparo Mortal
# 2x (3) Soltem os Cães
# 2x (4) Ataque Flanqueante
# 1x (4) Barnes
# 2x (5) Esmeralda Mágica Inferior
# 1x (6) Rexxar, o Sicário
# 1x (7) Rhok'delar
# 1x (10) Y'Shaarj, Raiva Incontida

Código
AAECAR8GgAfFCKirAoW4AunSAobTAgyNAagCtQPJBJcI2wn+DPixAt3SAt/SAuPSAuHjAgA=

Conceito

Diferente das versões iniciais que se prendiam a um deck apenas com feitiços, as versões mais atuais de Caçador Feitiços tem incluido Barnes e Y'Shaarj, Raiva Incontida como uma condição “alternativa” de vitória. O efeito de jogar essas cartas (principalmente quando Barnes puxa Y'Shaarj, Raiva Incontida no turno 3 ou 4) é mais ou menos como se fosse um “Edwin VanCleef de caçador”. É complicado para o oponente reverter a situação.

O deck possui diversas ferramentas para controlar a mesa e gerar lacaios – o que é impressionante para um deck que contém – praticamente – apenas feitiços.

Bora conferir as cartas e ver como o deck se comporta?

Cartas de Destaque

Disparo de Vela – Ótima no início do jogo para se livrar de lacaios mais fracos e também excelente quando combinada com Marca do Caçador em um lacaio mais forte – já que seu herói é imune enquanto ataca.

Marca do Caçador – Ótima para proporcionar trocas favoráveis e se livrar de lacaios chatos do oponente – mudando a vida deles para um.

Rastreamento – Serve para achar respostas ou jogadas para o(s) próximo turno. Use sem medo, mas não jogue a carta a toa no turno um.

Armadilha Explosiva – “Porque a noite é escura e cheia de Paladinos Aggro”, é assim aquela frase, né?! Essa armadilha é interessante para limpar mesas de lacaios mais fracos ou até mesmo causar mais dano ao oponente.

Gataiada – Com o jogo cheio de decks que dependem de feitiços, essa carta vai ativar facilmente. Ela é forte para colocar pressão no oponente, levar quatro de dano jogando contra um Caçador não costuma ser muito seguro.

Monstro Errante – É como se fosse um Sacrifício Nobre que é ativado quando algum inimigo te ataca, só que com um lacaio aleatório de três manas, ao invés do 2/1.

Sinalizador – Porque vira e mexe aparece aquele Mago Segredos na sua frente, ou até mesmo outro Caçador. Se não aparecer, serve para comprar uma carta – o que é sempre bom.

Arco Hastáguia – Para fazer trocas favoráveis, se aproveitar dos segredos e ir face de vez em quando. 😉

Comando para Matar – Pode ser usado para resolver algum lacaio do oponente, mas costuma ser parte da sua “explosão final de dano”, então procure usar apenas quando necessário. Tê-lo no final do jogo pode fazer a diferença.

Companheiro Animal – Qualquer um dos três companheiros é forte. Dependendo da situação um sempre vai ser melhor que o outro, mas a presença de mesa e o fato de ser uma fera já costuma ser importante nessa hora – e o oponente vai se sentir obrigado a remover seu amiguinho peludo o quanto antes.

Disparo Mortal – Porque as vezes aparece aquele lacaio gigante isolado na mesa e… puff! Sumiu!

Soltem os Cães – Uma das cartas mais versáteis no deck, seja para dar um letal inesperado no oponente ou fazer trocas favoráveis. É outra carta que faz um parzinho bonito com Marca do Caçador.

Ataque Flanqueante – Cara! Que carta boa! É impressionante o quão bom é dar três de dano em um inimigo e evocar uma fera 3/3, ainda mais se você já tem um ou outro lacaio no campo.

Barnes – Está no deck por um único motivo: Chamar uma cópia 1/1 do Y'Shaarj, Raiva Incontida que, por sua vez, chama o Y'Shaarj, Raiva Incontida 10/10 pra entrar na brincadeira. Barnes é aquela carta que, se vier na mão inicial ou nos primeiros turnos, você tem 80% de chance de ganhar – sim, a média de vitórias quando nosso odiado amigo loirinho chama o deus antigo é acima disso!

Esmeralda Mágica Inferior – Evocar dois lobos 3/3 por cinco manas não é mal, três ou quatro é fantástico! A carta gera uma presença de mesa firme e perigosa para o oponente.

Rexxar, o Sicário – Das principais cartas do deck. As feras geradas pelo DK vão ser seu gás, respostas, ameaças… ele é importantíssimo, principalmente para partidas que vão mais longe, pela versatilidade de encontrar lacaios com Provocar, Venenoso… etc.

Rhok'delar – Não é tão essencial quanto se esperava inicialmente, mas pode ser decisiva em determinadas circunstâncias – é uma arma, afinal! E, queira ou não, são duas cargas com quatro de ataque. O dano vai somando. 😉

Y'Shaarj, Raiva Incontida – Ele é bom no início do jogo – se puxado pelo Barnes, passando dessa fase, é quase certo que você só vai jogar ele perto da fadiga ou se não tiver mais o que fazer (o que não costuma ser o caso). É como eu falei antes, o “Edwin VanCleef de Caçador”.

Por hoje é isso galera, bom jogo e até o próximo TopDecks!

“Bocejo” se apaixonou por Hearthstone em julho de 2014. De lá pra cá o relacionamento ficou sério, eles decidiram morar juntos e hoje vivem felizes para sempre. Já chegou ao lenda e fez 12 wins na arena diversas vezes. Costumava dizer que para “zerar" Hearthstone só faltava ganhar do Rase… mas agora que já ganhou, só resta mesmo sonhar com o mundial (do Rase, claro).