Guia para os Arquétipos de Hearthstone

Se você é relativamente novo no Hearthstone ou costuma jogar mais casualmente é fácil deixar passar algumas definições de tipos de deck que ocorrem ou ocorreram ao longo da história do jogo.

Neste artigo vamos tentar esclarecer algumas dessas definições para você. Sinta-se livre para comentar caso tenhamos esquecido algo – este artigo, assim como jogo, vai mudar ao longo do tempo. 😉

O que é um deck Aggro?

Decks Aggro buscam tentar diminuir a vida do oponente o mais rápido possível. Eles são um pouco diferentes de decks Face porque o Aggro costuma tentar manter o controle da mesa enquanto rapidamente traz a vida do oponente a zero.

O que é um deck Câncer?

Deck Câncer é um termo triste e, infelizmente, popular de chamar um deck que é “fácil” de ser pilotado e que “não requer habilidade” para jogar. Mais recentemente o termo “deck câncer” é aplicado a praticamente qualquer deck (controle, midrange ou outros) que são muito populares e tem uma winrate forte. Nesse caso, o deck é considerado o câncer da meta.

O que é um deck Combo?

Decks combo buscam combinar várias cartas juntas em um esforço para iniciar um poderoso combo e ganhar o jogo. Eles costumam ter cartas que param a mesa e muita compra de carta para chegar logo as peças que precisa e conseguir fazer o combo mais rapidamente.

Decks combo já usaram muito Leeroy Jenkins (Ladino Milagre, Handlock), vários feitiços (Mago Congelante) ou lacaios com vida alta para bufar e ganhar o jogo (Sacerdote Silenciar).

O que é um deck Controle?

Um deck controle busca estabelecer o controle da mesa com remoções baratas, lacaios com provocar ou com vida alta (que conseguem fazer várias trocas). Com o passar do jogo costuma usar lacaios de custo mais alto e poderosos feitiços para manter o domínio da mesa e eventualmente finalizar o oponente.

Contra decks agressivos eles buscam sobreviver ao jogo inviável, usando remoção em massa e provocar para o oponente ficar sem recursos. É, muitas vezes, o tal do “eu não preciso ganhar, só preciso fazer o oponente perder”.

O que é um deck Exodia?

Exodia é um termo que veio do “Yu-Gi-Oh!”, mais especificamente da carta “Exodia the Forbidden One”. Ele é um dos monstros mais poderosos do jogo – quando os todos os cinco pedaços proibidos são colocados juntos em um duelo, ele é sumonado para aniquilar o oponente e acabar o jogo.

O Exodia mais famoso no Hearthstone é de Mago. O deck usa dois Reflexo Derretido (ou Simulacro) para copiar copiar duas Aprendiz de Feiticeiro e ter quadro delas na mesa. A partir dai, o jogador usa a [Distorção temporal] que veio do Abertura do Pórtico e ganha mais um turno. Neste outro turno, Arquimago Antônidas vem a campo para criar infinitas e gratuitas Bola de Fogo e ganhar o jogo sem o oponente poder responder.

O que é um deck Face?

Um deck Face vai na fuça do oponente e geralmente apenas isso. Ele tem como alvo principal diminuir a vida do adversário o mais rápido e eficientemente possível.

O deck Face mais famoso do jogo foi o Caçador Face (antes dos nerfs ao Gnomo Leproso, Malabarista de Facas e Golem Arcano). Este deck realmente abraçava a mentalidade do “a fuça é o lugar”.

O que é um deck Fadiga?

Acredite ou não, há uma diferença entre decks Fadiga e Mill. Decks que são chamados de Fadiga buscam simplesmente viver mais que o oponente. Eles costumam não se importar em fazer o oponente comprar cartas, ao invés disso eles continuam sobrevivendo enquanto o oponente vai ficando sem cartas e opções. Guerreiro tem sido a classe mais popular a usar este tipo de deck, até pelo poder heroico defensivo que possui.

O termo Fadiga também é apropriado se você está enfrentando um outro deck fadiga… essas partidas podem durar mais de 30 minutos…

O que é um deck Mill?

Diferentemente de um deck Fadiga, o deck Mill, ativamente força o oponente a comprar e queimar cartas. Você pode ganhar forçando ele a continuar a comprar cartas e, uma vez que o oponente não tem mais cartas, ele toma dano que aumenta a cada compra de carta.

Ladino é, sem dúvidas, o destino mais popular das listas Mill.

O que é um deck Highlander?

O termo “Highlander” vem do filme (com o mesmo nome) e da famosa frase “Pode haver somente um”. Esse tipo de deck foi originalmente “introduzido” no jogo quando a carta Reno Jackson foi lançada, na aventura ‘Liga dos Exploradores’.

Um deck Highlander tem apenas uma cópia de cada carta. Devido as restrições de como o deck é construído, o jogador tem como recompensa o acesso a cartas poderosas (Reno Jackson, Kazakus ou Raza, o Acorrentado…).

O que é um deck Meme?

Um deck meme é um deck que “não é sério”, mas que pode conseguir vitórias insanas e malucas nas circunstâncias certas – seja baseado em maluquices mesmo ou na sorte. Um bom exemplo de deck meme é um que usa a carta Renunciar às Trevas – que transforma todas as cartas de Bruxo do seu deck/mão em cartas de uma outra classe aleatória. A carta não é nem um pouco consistente, mas de vez em quando pode ser exatamente o que você precisa para ter a vitória mais espetacular.

O que é um deck Midrange?

Decks Midrange (“Meio-Alcance) são o meio campo entre decks Aggro e Controle. Eles são rápidos o suficiente para bater nos decks Controle, mas tem cartas de início de jogo suficientes para lidar e fazer com os decks Aggro fiquem sem gás.

O ponto alto dos decks Midrange é na curva de mana quatro a seis, mas podem ser diferentes dependendo da lista. O exemplo mais clássico é o Caçador Midrange que costuma ter como carta de custo mais alto a Jubalta da Savana, mas também podem ser um pouco mais devagar e ter como topo da curva de mana um Tirion Fordring de oito manas.

O que é um deck Milagre (Miracle)?

O termo Milagre surgiu logo nas primeiras listas de Ladino Milagre. Mas, diferente do que muitos pensam, não tem a ver com os turnos insanos do Leiloeiro de Geringontzan ou com fazer o Leeroy Jenkins voltar a mão e causar 12 de dano em um turno.

O termo “Milagre” (Miracle) foi emprestado de uma carta popular de “Magic: The Gathering” chamada “Miracle Gro”. A carta é uma espécie de Aventureiro em Missão e era bufado em +1/+1 para cada feitiço azul, branco, preto ou vermelho conjurado.

No Hearthstone, um deck Milagre geralmente contém Leiloeiro de Geringontzan e feitiços baratos que podem ser usados para comprar várias cartas.

O arquétipo é mais ligado a Ladino, mas já existiram versões de Druida e Sacerdote tentando se aproveitar da mecânica.

O que é um deck Ramp?

Ramp vem de “rampar”, que no jogo significa temporária ou permanentemente aumentar a sua quantidade de mana. Isso permite que cartas de custo maior sejam jogadas mais cedo no jogo. O melhor exemplo disso sempre foi Druida com seus Crescimento Silvestre e Avivar. #Nerfed!!! \o/

O que é um deck Tempo?

Um deck Tempo busca responder a mesa do oponente ao mesmo tempo que aumenta a sua própria presença. Ladino é um ótimo exemplo disso com cartas como Punhalada pelas Costas e Agente da AVIN.

O que é um deck Token?

Quando uma carta gera lacaios que não podem ser colecionados (adicionados a sua biblioteca de cartas), essa carta adicional é chamada de Token. Alguns exemplos de cartas que geram Tokens são Professora Violeta e Mana Vivo.

Os decks que usam esses Tokens para ganhar vantagens são considerados “Decks Token”. Eles geralmente buscam criar vários lacaiozinhos e então usam buffs permanentes ou temporários, como Rugido Selvagem, para dar ainda mais valor aos lacaios.

O que é um deck Zoo?

Como muitas coisas no Hearthstone, o termo “Zoo” também vem do “Magic: The Gathering” e se refere a uma lista agressiva que tinha vários lacaios de animais (cavalos, etc). O Zoo no HS se refere meio que a qualquer deck Aggro de Bruxo que tem por objetivo controlar a mesa e tem lacaios de custo barato.

O que é um deck Hand?

Hand significa mão em inglês. No Hearthstone, a ideia desse deck é ter a mão recheada de respostas (e geralmente cheia). O deck mais comum desta vertente é o Handlock (também conhecido como Bruxo Controle). O poder heroico do Bruxo, comprar cartas, realmente se destaca na hora de conseguir mais delas.

Fonte de base para o artigo: Hearthstone Top Decks

“Bocejo” se apaixonou por Hearthstone em julho de 2014. De lá pra cá o relacionamento ficou sério, eles decidiram morar juntos e hoje vivem felizes para sempre. Já chegou ao lenda e fez 12 wins na arena diversas vezes. Costumava dizer que para “zerar" Hearthstone só faltava ganhar do Rase… mas agora que já ganhou, só resta mesmo sonhar com o mundial (do Rase, claro).